Clientes e Parceiros de trabalho, fazem a nossa história!

Lala Deheinzelin

 Lala Deheinzelin é futurista e uma das pioneiras da economia criativa no Brasil, reconhecida internacionalmente pela rara combinação de desenvolvimento sustentável através de economia criativa e processos colaborativos em rede. Sua trajetória passa por corporações, terceiro setor, governos locais e instituições de fomento, organismos multilaterais e redes colaborativas. O trabalho mais recente, resultado dessa vasta experiência, combina Estudos de Futuro e Novas Economias (Criativa, Compartilhada, Colaborativa e Multimoedas) como estratégia para desenvolvimento sustentável neste momento de Transição. A metodologia que utiliza, a Fluxonomia 4D, foi criada a partir da sistematização decorrente destes anos de trabalho e originalmente aplicada na primeira Pós Graduação em Economia Criativa e Colaborativa, que criou e coordenou entre 2014 e 2015, a convite da ESPM, e Núcleo Educacional de Economia Criativa /IBQP em Curitiba, PR.

Até 1992 dedicou-se principalmente às artes cênicas, cinema e televisão. Neste período trabalhou ao lado de grandes nomes da cultura brasileira e algumas de suas obras são consideradas referências nos respectivos setores, tendo recebido vários prêmios.
A partir de 1992 busca a união das artes e o universo empresarial, através da aplicação de linguagens artísticas em projetos e eventos corporativos tendo desenhado e dirigido dezenas de estratégias e eventos para as maiores empresas instaladas no Brasil, conhecendo em profundidade o universo corporativo.
A partir de 2000 o foco do trabalho passa a ser consultoria para desenvolvimento de estratégias com foco em empreendedorismo, cultura e desenvolvimento local , atuando com terceiro setor, Sebrae e governos locais de vários estados brasileiros
A partir de 2005 amplia para Economia Criativa e atuação em cooperação internacional na formulação de estratégias de inovação e desenvolvimento sustentável a partir de economia criativa, trabalhando em dezenas de países.
A partir de 2008 incorpora a cultura de rede e colaborativa ao seu trabalho e inicia o desenvolvimento da Matriz 4D: uma visão multidimensional de economia e sustentabilidade, pois considera recursos, resultados e processos simultaneamente nas quatro dimensões da sustentabilidade: tecno/naturais (Ambiental);
sócio/políticos (Social); monetário/solidários (Financeiro); simbólico/culturais
(Cultural).
Em 2016 lança a Formação em Fluxonomia 4D, para avançar na criação das ferramentas que criou e formar multiplicadores.
É sócia proprietária da Caleidoscópio Produção Cultural e Formação Profissional e criadora do movimento Crie Futuros. Uma das fundadoras do Núcleo de Estudos do Futuro da PUC, parte do Millenium Project das Nações Unidas. Membro do Conselho do Instituto Nacional de Moda e Design/ Calendário Oficial da Moda
Brasileira. Assessora Sênior da Special Unit On South-South Cooperation, ONU,

Futurista desde 1995, foi citada num ranking dos futuristas mais influentes, criado pelo também futurista e best seller Ross Dowson, destacando-se como uma das 3 top futuristas da América Latina e Central.
Foi indicada pela P2P Foundation – principal organização global que trabalha com Economia e Sociedades Colaborativas – como uma das 100 mulheres no mundo que estão co-criando a nova sociedade e economia.

Quer saber como contratar?
Preencha o formulário para receber mais informações.